depois não me espanta que tenha ficado como fiquei episódio seis














A minha amiga de infância nasceu num dia 2 de Novembro; porque era Dia dos Fiéis Defuntos a família registou-a como tendo nascido no dia 1 de Novembro, Dia de Todos os Santos. Porquê? Explicação 1 e oficial: não queriam que ela celebrasse o nascimento num dia em que se celebram os mortos (isto apesar de ser no dia 1 de Novembro que os cemitérios brotam memórias). Explicação 2 e da minha imaginação: ela efectivamente nascera no dia 31 de Outubro mas ninguém tinha coragem para lhe dizer porque esse seria um dia terrível, mais terrível do que a morte dos defuntos e a imortalidade dos santos. E estou há imenso tempo a tentar lembrar-me do que é que então seria um dia terrível para mim. Hoje decidi falsificar essa memória e considerar que imaginava que o 31 de Outubro era o dia dos defuntos não fiéis.

"Calavera de la Intervención", José Guadalupe Posada

2 comentários:

Lena disse...

Temo que possas ter toda a razão, amiga!

ic disse...

ó aniversariante, o que nos divertimos com bolinhos e bolinhós!

preciso de mais dias