há filmes assim. começam antes e acabam depois...



















(resmungo de quem vê as campanhas publicitárias antes do filme começar e os genéricos até ao fim)

um refrigerante de limão com pouca limonada que num cruzamento entre o "Easy Rider" e o "Virgens Suicidas" garante um alemão Verão de 'Ich Liebe Dich' e é o mais próximo de um manifesto político que se consegue numa sala de cinema perto de nós, actualmente... um tablet transformado num tapete mágico que permite um mudar de vida (despedir-se em tempos de desemprego; conseguir vender a casa na altura dos incumprimentos vários; trocar o carro bom por uma carrinha de muito consumo em poucos quilómetros e evidentemente poluente) sem a boa fantasia de ser de fantasia que vivemos mil e uma noites. e um telemóvel que conhece tão bem os seus utilizadores que sabe que eles não estão ali  - "provavelmente não vais ver este anúncio até ao fim, vais para a net, para o chat, enfim, estás-te a caga... por isso, 'bora lá directos ao assunto. ... se quiseres, aproveit. se não, continua a ver anúncios".
tudo precisamente antes de um daqueles filmes que deve mesmo ser visto até ao fim. mesmo depois do fim aparente. mesmo depois do fim. porque há sempre uma música que fica...

teremos sempre o cinema. o filme é que fica para amanhã...

1 comentário:

Ricardo Pereira disse...

Britten: Young Persons Guide to the Orchestra
http://www.youtube.com/watch?v=deKHTIre08Q&feature=related

(um bocadinho de salsa nos ovos!)Ricardo

preciso de mais dias